RACING GUIMARÃES

Tudo sobre as provas Oficiais de Automobilismo em Guimarães e muito mais!
 
InícioCalendárioGaleriaFAQBuscarGruposMembrosRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 HISTÓRIA DA NASCAR PARTE 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Admin
Admin
avatar


MensagemAssunto: HISTÓRIA DA NASCAR PARTE 2   Sab Nov 28 2015, 16:13

HISTÓRIA DA NASCAR PARTE 2


CATEGORIAS DA NASCAR
 
·  SPRINT CUP
Principal categoria da NASCAR, consiste em uma série de 36 corridas por ano, utiliza carros com motor V8 de 850 HP.
 
·  XFINITY SERIES
Segunda categoria da NASCAR, utiliza carros com motor V8 de 800 HP.
 
·  CAMPING WORLD TRUCK SERIES
Categoria de pickups da NASCAR, utiliza veículos com motor V8 de 700 HP.
 
OUTRAS DIVISÕES
·  Whelen All-American Series
·  Whelen Modifield Tour
·  Whelen Southern Modified Tour
·  K&N Pro Series East
·  K&N Pro Series West
·  Canadian Tire Series
·  NASCAR Toyota Series (México)
·  NASCAR Whelen Euro Series
 
FORMATO DA TEMPORADA - CHASE FOR THE CUP
Em 2004, a principal divisão da NASCAR, a Sprint Cup, trouxe um conceito das outras grandes ligas nacionais americanas, como a NBA, MLB, NHL e a NFL: os playoffs.
 
Na temporada regular, as primeiras 26 provas do campeonato continuam com o sistema tradicional de pontuação, ao final dessa fase os 12 primeiros colocados do campeonato seguem para o Chase nas 10 últimas provas para decidirem o campeão da temporada, nessas provas os 12 pilotos recebem uma pontuação muito maior que os outros garantindo que a disputa do título fique apenas entre eles.
 
Esse formato além de gerar uma audiência maior também garante que os pilotos do Chase possam renegociar contratos de patrocínio.
 
ALL-STAR RACE
O NASCAR Sprint All-Star Race é o equivalente ao jogo das estrelas da NBA. Essa prova realizada em Maio não conta pontos para nenhuma das divisões mas premia o vencedor com $1,000,000. São aptos à disputa dessa prova apenas os vencedores da mesma num período de até 10 anos, campeões da principal divisão da NASCAR, vencedor de provas dos dois últimos anos da Sprint Cup, um escolhido pelo público e o vencedor do All-Star Open que é uma prova preliminar em que todos os pilotos que não possuem vaga garantida podem correr.
 
Esse evento ocorre no Lowe's Motor Speedway na semana que antecede a Coca-Cola 600 pela Sprint Cup que é a prova mais longa da NASCAR.
 
CIRCUITOS
Eles variam de ovais curtos, como o de Martinsville com 0,526 milhas (0,841 km) e Bristol com 0,533 milhas (0,858 km), até os mais longos, como o Talladega com 2,660 milhas (4,250 km), o de Daytona com 2,5 milhas (4,0 km).
 
O formato dos ovais também variam, existem os ovais com 2 curvas simétricas como o de Dover e o de New Hampshire, com 2 curvas assimétricas como o de Darlington Raceway.
 
Também existem os ovais em formato de D como o de Richmond e o Auto Club.
 
Existem ainda os tri-ovais como o de Daytona e o de Pocono.
 
Também existem os quad-ovais com 4 curvas que podem ser simétricas como o de Indianapolis ou assimétricas como o do Texas.
 
As principais provas em circuitos mistos ocorrem em Sonoma (Califórnia) no Infineon Raceway e em Watkins Glen (New York) no circuito de Watkins Glen International.
 
BANDEIRAS
 
·  BANDEIRA AMARELA
Utilizada para indicar que a pista está em situação insegura para os pilotos. Assim eles são obrigados a diminuir a velocidade e proibidos de ultrapassar um adversário. É muito comum ver bandeiras amarelas em corridas da NASCAR.
 
Durante o período da amarela, os corredores devem seguir um carro da organização de prova chamado de Pace Car, o equivalente ao Safety Car da Fórmula 1 e da Stock Car Brasil.
 
Anteriormente havia o que era chamado de Race to the Yellow, quando a amarela era acionada, os pilotos continuavam correndo normalmente até cruzarem a linha de chegada porque o posicionamento dos carros durante essas voltas dependeriam dessa passagem. Na Sprint Cup foi implementado um sistema chamado de Lucky Dog ou Free Pass. Esse sistema obriga os pilotos a diminuírem imediatamente suas velocidades durante a amarela e o primeiro dos pilotos que estão com pelo menos uma volta de desvantagem em relação ao líder da prova ganha o direito de ultrapassar o Pace Car e recuperar um de suas voltas em deficit.
 
·  VERDE, BRANCA E QUADRICULADA (PRORROGAÇÃO)
Essa regra foi criada para evitar que uma prova termine sob bandeira amarela. Ela entra em vigor quando fica claro que a bandeira amarela se estenderá pelas duas últimas voltas da corrida. Com isso a prova é alongada o quanto for necessário de forma que quando a pista estiver liberada para a corrida os pilotos recebem a indicação da bandeira verde em uma volta indicando que a corrida está autorizada, a bandeira branca na volta seguinte indicando a última volta e a bandeira quadriculada na volta seguinte indicando o fim da prova.
 
Essa regra busca a disputa das duas últimas voltas em bandeira verde, e pode ser utilizada por até três vezes em cada corrida (caso haja alguma situação que seja necessária a bandeira amarela antes da aparição da bandeira branca, que sinaliza a última volta, os carros se realinham e ocorre nova largada), mas se a bandeira branca for agitada e ocorrer algum acidente a prova terminará imediatamente.
 
SEGURANÇA
 
·  HANS
HANS, sigla em inglês para Head And Neck Support (Suporte para cabeça e pescoço) é um dispositivo obrigatório a todos os pilotos. Foi adotado após as mortes de Adam Petty, Kenny Irwin e Dale Earnhardt, esse suporte restringe o movimento da cabeça e pescoço do piloto evitando fraturas em caso de acidentes. Isso somado ao cinto de segurança de cinco pontas mais forte e resistente que os de carros de passeio, atuam na segurança pessoal do piloto dentro do carro.
 
·  SOFT-WALL
O Soft-Wall, Muro Macio na tradução literal, é um componente utilizado desde o ano 2000 em todas as pistas da NASCAR. Isso consiste em uma segunda camada dos muros que compôem o traçado externo dos circuitos ovais que é feita de alumínio e espuma de poliestireno. Eles são materiais que absorvem grande parte da energia do impacto dos carros.
 
·  PLACA RESTRITORA
A placa restritora é um componente utilizado nos super speedways como Talladega e Daytona para diminuir as velocidades dos carros. Ela é utilizada desde 1988 após Bobby Allison bater seu carro em Talladega a 340 km/h.
 
·  DEFLETORES
Os Defletores são dispositivos semelhantes aos ground spoiler de aviões instalados ao teto e capô do carro de forma a levantarem quando o carro se coloca em uma posição incorreta em relação ao vento. Eles servem para travar o carro em casos de rodadas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
HISTÓRIA DA NASCAR PARTE 2
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» A História da Motocicleta em livro
» História do Terral
» REGULADORES DE VOLTAGEM E PARTE ELÉTRICA
» MORAL DA HISTÓRIA
» Limpeza da parte inferior do carro

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
RACING GUIMARÃES :: COMPETIÇÕES INTERNACIONAIS :: NASCAR :: HISTORIA-
Ir para: